28/02/2018 08:59:00
Diversão e Arte
'Raízes Baganas d'África' retrata 'contradições sociais e a busca de democracia plena'
Crédito: DivulgaçãoTela de Coco Ferrez inspirada na África e no nordeste brasileiro
Da Redação do Alagoas Boreal

Na próxima terça-feira (6), o artista visual Coco Ferrez inaugura em Maceió, no Museu da Imagem e do Som (o Misa), a exposição “Raízes Baganas d'África”. Buscando “retratar as contradições sociais e a busca de democracia plena e solidariedade entre os povos”, Ferrez afirma ter se inspirado na África e no nordeste brasileiro, apresentando um miscelânea de cores e a beleza encontrada em “corpos negros, olhares, gente trabalhando e nos elefantes”.

"Baganas representa o que nos resta de África, e o que sentimos e fazemos dessas raízes pode ser apreciada nas 37 obras expostas", afirma o artista, enquanto a curadoria do Misa observa a “riqueza de imagens e sentidos que, no conjunto, impactam seus observadores de forma admirável”.

“Sua arte retrata as contradições sociais e a busca de democracia plena e solidariedade entre os povos”, propagandeia o informativo enviado à Redação.

A abertura na terça-feira ocorrerá às 17h. A mostra ficará em cartaz até o dia 31 de março, de terça a sexta-feira, no horário das 8h às 17h. O Misa fica na rua Sá e Albuquerque, 275, no bairro central do Jaraguá. Entrada grátis. Para mais informações, ligue (82) 3315 7882.