16/01/2018 09:42:58
Patrimônios
'Grande Baile de Maceió' inaugura festa carnavalesca em casa de shows no bairro histórico do Jaraguá
Crédito: Fotos/ Jorge BarbozaColombinas e pierrô ilustraram apresentação do baile à imprensa
Jorge Barboza

A produtora de eventos Mamá Omena divulga o lançamento do “Grande Baile de Maceió”, ocorrendo já nesse período de prévias carnavalescas, no dia 25, uma quinta-feira. Mamá, que entre 2005 e 2011, promoveu o prestigiado “Baile Municipal”, diz que o “diferencial” dessa nova festa que está produzindo – e que ocorrerá na casa de shows Acrópole Hall, no bairro do Jaraguá – “é o esmero”. “É todo um cuidado nos mais diversos aspectos, de conforto, de alimentação, de uma decoração linda para receber a todos”, afirma.

Na programação, o novo projeto de samba e frevo da cantora Wilma Araújo e outra novidade que é a orquestra de bateria conduzida pelo músico Siqueira Lima, a Maria Bateria. O DJ Peixe, responsável pela introdução musical do evento, também tocará nos intervalos entre uma atração e outra.

“Estamos proporcionando uma variedade de repertório musical muito grande e é o que o folião gosta”, garante a dona da festa, convidada pelo próprio Peixe e pelo proprietário da Acrópole Hall, Guilherme Calcutá. O tema do evento, emprestado do tradicional baile do clube Jaraguá Tênis, que foi cancelado, é “Vermelho e Preto”. “Eu tive uma honra muito grande de participar durante alguns anos do ‘Baile Municipal’, que durou de seis a sete anos”, conta Mamá, afirmando ter feito, com esses bailes, “um resgate muito importante”. “O pessoal fica dizendo que o turista vem para Maceió no Carnaval para descansar, mas o alagoano gosta da festa.”

Guilherme Calcutá e Mamá Omena: parceria desde o 'Réveillon Allure 2015'

A parceria de Guilherme Calcutá com Mamá Omena vem de outros carnavais. “Em 2015 fizemos o maior réveillon do Brasil que foi o primeiro ‘Allure’, com 15 mil pessoas. Foi a Mamá que recebeu os nossos convidados”, diz o empresário, lembrando que a Acrópole faz dois anos “agora em fevereiro”. “Será o maior baile de Carnaval de Alagoas.”

Outro empolgado com a festa é o saxofonista veterano Siqueira Lima. “O Maria Bateria é um grupo que contempla o samba. Já tem uns três anos mais ou menos, a gente toca em evento fechado, já fez shows também. A ideia do grupo é contemplar os instrumentos de percussão, trazendo o samba de raiz, as músicas de Carnaval, os sambas-enredos. Também trazendo, dependendo da festa, as músicas atuais, adaptadas a essa formação.”

Embora ainda não trabalhando com metais, Lima, que é um dos saxofonistas mais requisitados da capital, reconhece que essa é uma formatação que a orquestra deve dispor mais na frente. “Por enquanto estou ficando de fora, fazendo a produção, ajudando na questão do repertório. Ajudo a escolher os melhores sambas para a que gente consiga animar a turma aqui no dia 25 de janeiro.”

Mais parceria para garantir o primeiro baile de Carnaval da casa de shows Acrópole Hall: músico Siqueira Lima e DJ Peixe

Segundo o músico, além dos frevos clássicos e os sambas de raiz, “lá no finalzinho” a Maria Bateria tocará “um repertório mais jovem”. “Faremos mais a parte do axé, do sertanejo – os jovens já pediram muito. Dependendo da nossa produtora Mamá, entraremos com essa proposta, e o público também vai dizer na hora.”

DJ Peixe conta que resgatará “os grandes temas dos carnavais que marcaram época”. “A ideia é resgatar os clássicos, mas, no final da noite também daremos uma renovada. Vai tocar de tudo porque temos muito tempo de festa.”